Análise: EK-Supremacy Elite

Published On 1 de Outubro de 2012 | By admin |

Hoje na benchx temos para review o EK Supremacy Elite, um novo bloco ou aliás um novo bundle que incluí um bloco já por nós conhecido que nos chega pelas mãos da já conhecida companhia sediada na Eslovénia, a EK.

Este bundle aparece no mercado para aqueles que buscam a melhor performance possível, aliando um bloco com performance provada com a melhor TIM do mercado, falo respectivamente do EK Supremacy Full-Nickel e da EK-TIM Indigo Xtreme.

Esta sample foi fornecida pela EK, obrigado !

Primeira olhar: 

Embalagem

Conteúdo

Em cima temos o pacote com a EK-TIM Indigo Xtreme inclui duas aplicações, manual de instalação, luvas para a instalação, 5 panos de limpeza e líquido de limpeza. Em cima do lado esquerdo backplate, ao meio parafusos e porcas para a montagem do bloco conjuntamente com os pratos injectores alternativos, à direita um aviso sobre os líquidos recomendados, em baixo do lado esquerdo o bloco em si e por fim em baixo ao centro o faceplate para AMD.

Fotos do bloco

 

 

 

Um bloco totalmente feito de cobre com um banho de níckel. A base ganha um concavidade característica devido à força exercida pelo prato injector no centro do bloco.

EK Supremacy Elite

EK-Supremacy Elite é um conjunto premium que contém o melhor bloco do mercado – o  EK-Supremacy – Full Nickel – e o melhor interface térmico no mercado – a EK-TIM Indigo Xtreme.

O EK-Supremacy é um bloco para o CPU universal, suportando todos os sockets modernos com um mecanismo de montagem universal que oferece uma instalação com prevenção de erro e sem ferramentas. O resultado é uma instalação perfeita o que resulta em performance perfeita todas as vezes. O EK-Supremacy é verdadeiramente o melhor produto para entusiastas à procura de performance.

O EK-Supremacy é o sucessor do lendário EK-Supreme HF lançado em 2010. Os principais pontos melhorados são:
–  melhor performance hidraulica: Devido a um design melhorado até 20% mais fluxo que o EK-Supreme HF
melhor performance: até 2ºC melhor comparado com o  EK-Supreme HF

O processo arrefecimento do EK Supremacy usa o mesmo design, apesar de refinado, de palhetas que o seu antecessor. O liquido de arrefecimento acelera através dos canais da placa injectora e continua o seu caminho, turbulentamente, através de um sem numero de canais muito finos o que disponibiliza uma enorme superfície de arrefecimento. Desenhada especificamente e cuidadosamente trabalhada a base de cobre é feita do cobre mais puro disponível no mercado, depois disso é polida para obter um efeito espelho. Só isto afecta grandemente a performance de arrefecimento do EK-Supremacy.

O EK-Supremacy é também o primeiro bloco de processador no mercado que foi optimizado para as plataformas modernas, com o uso de diferentes placas injectoras para conseguir o melhor contacto com o IHS. Estas placas injectores de diferentes formas e grossura estão incluídas no produto.

EK-TIM Indigo Xtreme é um interface térmico que cabe agradavelmente entre o CPU e o bloco de água para manter o CPU fresco. Ao contrário das pastas convencionais, interfaces térmicos metálicos, ou ligas de metais líquidas, a Indigo Xtreme™ é um estrutura selada e contida em si mesma, que emplanta uma liga metálica de mudança de estado que derrete e enche a superfície entre o CPU e o bloco de água.

Teste do fluxo:

Para este recorremos a um medidor de fluxo Koolance FM17N e variamos a velocidade das duas bombas MCP-35X que estamos a utilizar [ 10%;  25%; 50% e 100%].

Em termos de fluxo não há surpresas, aparece em igualdade com a versão com o topo de acetal e outra coisa não seria de esperar. No âmbito global é um bloco que não deve nada a ninguém e se posiciona entre os melhores do mercado.

 

Teste de temperaturas:

Os nossos testes têm como principio serem o mais precisos possíveis, obtendo assim resultados fidedignos e facilmente reproduzíveis. Apesar de reconhecermos que a inclusão de gráficas no circuito de testes possa não ser consensual, pensamos que estas não irão influenciar o resultado final pois apesar de adicionar restrição e algum calor ao circuito estes serão constantes em todos os testes. Outro ponto a favor é que com estas estaremos mais próximos de um circuito real.

  Sistema de testes
  • ASUS Maximus V Gene
  • 3770k overclock to 4800Mhz with 1.38v
  • Samsung SFF 30nm 2200Mhz 10-11-11-12 1.55v
  • 2x AMD HD7970
  Arrefecimento:
  • MagiCool Slim 360, FeserXChanger 360, EK Coolstream XTX360
  • 12x GentleTyphoons AP15 @ 1850rpm
  • EK Supremacy Full-Ni
  • 2x EK FC7970
  • Indigo Xtreme
  Equipamento de medida
  • T-Balancer BigNG
  • Dois termístores acoplados a um tubo de cobre
  • CoreTemp a registar as temperaturas a cada 1segundo.
Nota:

Algum do material utilizado foi alterado desde a nossa última análise, sendo exemplos disso a motherboard e um dos radiadores, ambos actualizações ao sistema de testes. Para verificar a validade dos nossos resultados vamos efectuar três montagens com MX-2 para aferir se as seguintes duas montagens com indigo xtreme são válidas. Notar que esperamos que a performance com MX-2 seja igual à do EK Supremacy com o topo de Acetal e veremos todo o poder deste bundle nos testes com Indigo Xtreme, que faz parte do mesmo obviamente.

Condições do teste

Para colocar o processador com carga a 100% em todos os núcleos usamos a versão 64Bits do prime95, correndo um teste personalizado a 8K. O teste é corrido durante 30min dos quais os primeiros 10min são cortados para dar tempo ao circuito de atingir um ponto de equilíbrio. Os resultados irão ser apresentados como uma diferença entre duas temperaturas, temperatura média dos núcleos do processador menos a temperatura média da água. Depois do teste o bloco é remontado,com uma nova aplicação de massa térmica, tendo como objectivo obter um resultado final mais aperfeiçoado. Este processo é repetido cinco vezes.

Tabela de temperaturas

Gráficos de temperaturas

Nota:

Como se pode verificar os resultados obtidos usando MX-2 estão muito próximos daqueles obtidos pelo bloco com o topo de acetal, como seria espectável, assim sendo pensamos que esta ronda de testes é completamente válida.

Conclusão:

 

Performance (50% do valor final): 10

Tanto em termos de performance térmica como de fluxo não há nada a apontar. O fluxo é igual aos melhores e a performance deste bundle é avassaladora.

Custo/Disponibilidade (20% do valor final): 7.5

Em termos de custo ( ~105€ ) o preço parece ser algo elevado, se formos a ver o custo do bloco e do interface térmico em separados o bundle representa somente uma poupança de 1€, talvez a EK pudesse ter sido mais generosa neste campo. Pensamos também que para obter a mesma performance, perdendo no entanto algum bling de ter um bloco todo em nickel, pode-se comprar o bloco com o topo em acetal (~60€) mais o interface térmico ( ~19€ ) ficando o conjunto por (79€), representando assim uma poupança significativa (5). Em termos de disponibilidade podemos contar com a loja online da EK que envia para toda a Europa e está sediada na Eslovénia e com um sem numero de lojas que vendem este bundle toda a Europa(10).

Qualidade de construção (20% do valor final): 10

Com uma excelente qualidade de construção a todo o nível, desde os micro-canais ao topo passando também pela base. Um bloco todo ele muito sólido, o que se torna óbvio sabendo que é feito de cobre maciço. Não foram encontradas rebarbas em nenhum lugar e o processo de niquelagem parece estar perfeito.

Estética (10% do valor final): 8

O nickel dá outro “look” às coisas e este bloco está coberto por ele. Temos a lamentar os círculos…

 

Resultado final: 9

 

 

2 Responses to Análise: EK-Supremacy Elite

  1. Darknight says:

    muito bom bloco.

    possivelmente o meu próximo bloco 😉

  2. Babaismaila90 says:

    Muy Bien

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *