Gigabyte GTX460 OC

Published On 22 de Setembro de 2010 | By Billy-The-kid |

 

Fundada em 1986, a GIGABYTE começou como uma equipa de pesquisa e desenvolvimento e desde aí tomou a liderança nos mercados de motherboards e placas gráficas. Para chegar a todos os consumidores, a GIGABYTE expandiu o seu portefólio de produtos para incluir produtos digitais mais diversos como computadores portáteis e de escritório, dispositivos digitais de entretenimento em casa, servidores de rede, comunicações, dispositivos móveis e handheld.
Até 2009, a GIGABYTE teceu uma rede mundial com 7070 empregados em quase todos os continentes, para assim oferecer um meticuloso e eficiente serviço ao cliente. A GIGABYTE acredita profundamente que clientes satisfeitos são a base para o sucesso de uma marca.

Introdução:
Criada em base para o DirectX 11, a tecnologia NVIDIA ® GeForce ® GTX 460 proporciona a melhor experiência em jogos da próxima geração. Com até 4x o desempenho do DirectX 11, Tesselation da concorrência, GeForce GTX 460 pacotes de imagens altamente detalhadas nos seus jogos – sem sacrificar a taxa de quadros (fps) alta. E com o NVIDIA ® 3D Vision ™, ® PhysX, e as tecnologias CUDA ™, a GeForce GTX 460 proporciona todos os efeitos incrivelmente realistas que os jogos podem colocar no seu caminho.
Baseada no chip GF104, a GTX 460 tem chamado bastante a atenção do mercado, pois promete ser umas das placas que melhor concilia performance e preço, ou seja, com óptima relação custo X benefício.
O grande segredo da GeForce GTX 460 está justamente em seu “cérebro”, o GF104, primeiro chip derivado do GF100 (responsável por equipar as GTX 480/470/465) especialmente projectado para equipar VGAs do segmento intermediário. Apesar de não possuir no papel números tão avassaladores quanto as suas “irmãs maiores”, mostra que, na prática, tem fôlego suficiente para incomodar algumas das mais prestigiadas Radeons do mercado.

 

Modelo: GTX 460 – GV-N460OC-1Gi

• Powered by NVIDIA GeForce GTX 460 GPU
• Suporta PCI Express 2.0
• Microsoft DirectX 11 and OpenGL 4.0 support
• Integrated with industry’s best 768 MB GDDR5 memory and 192-bit memory interface
• Supports NVIDIA PureVideo® HD technology
• Features Dual link DVI-I*2 / mini HDMI with HDCP protection

Segundo a Nvidia, estas placas são a melhor solução para os jogadores que procuram a melhor relação entre o desempenho e o preço, já que o desempenho esperado é semelhante ao desempenho das gráficas GeForce GTX 465 anunciadas recentemente, enquanto o preço é claramente inferior: 199 euros para a versão de 768 MB e 249 euros para a versão de 1 GB.

 

Especificações

Chipset • NVIDIA GeForce GTX460
Clock do Núcleo • 715 MHz (std 675MHz)
Clock da Memória • 3600 MHz
Memória • 1Gb
Bus de Memória • 256 bit
Tipo de Memória • GDDR5
Dimensões da placa • ATX
Tipo de Bus • PCI-E 2.0
D-SUB • Sim (Por adaptador)
TV-OUT • Não
Porta DVI • Sim
VIVO • Não
Multi Monitor • Sim
Shader Clock • 1430 MHz
Maximum Digital Resolution • 2560×1600
Maximum VGA Resolution • 2048×1536

Levantamento fotográfico e conteúdos:

A placa é-nos servida na já habitual embalagem repleta de cores bem conjugadas, sempre dentro das tonalidades característica da gigabyte.
Dentro dessa embalagem podemos encontrar a já esperada GTX460, o disco com os driver´s o manual de utilizador em várias línguas, um adaptador de DVI-D para VGA, dois adaptadores de fichas molex para pci-e de 6 pinos e finalmente um adaptador Mini HDMI para HDMI.
O modelo testado não apresente o cooler de referência, mas sim um cooler composto por duas ventoinhas bastante silenciosas e eficientes, permitindo-nos atingir facilmente clock’s acima dos 800 mhz.

 

 

 

 

 

 

 

 

Características do sistema utilizado:

CPU: Intel 980X
MatherBoard: Asus Rampage III Extreme
Memorias: G.Skill F3-16000CL6T
Placa Gráfica: Gigabyte GTX460 OC
Fonte de Alimentação: Corsair HX1000
Armazenamento: Wertern Digital 80GB

Os testes inicias foram feitos com cpu a 4 gigas, na gráfica foram utilizados os clockes de origem. Tive o cuidado de deixar o msi afterburner aberto enquanto corria os testes permitindo assim registar as oscilações de temperatura consoante a carga dos testes realizados.

Nestes segundos testes utilizamos os clockes que a meu ver são atingíveis facilmente para dia a dia sem recorrer a alterações de voltagens.

 

 SLI

Overclock 830/1950

Comments are closed.